em Lisboa

IPMA - Notícias do clima

Notícias do Clima

Notícias sobre o clima e alterações meteorológicas. Informação disponibilizada pelo IPMA


Instituto Português do Mar e da Atmosfera - Notícias
  1. O IPMA participa no evento "All-Atlantic Marine Ecosystems: A Science to Policy Debate", a decorrer a 3 de outubro de 2022, entre as 14h30 e as 17h30, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa.

    O evento conta com a presença de cientistas e decisores públicos que irão discutir temas relacionados com conhecimento e proteção dos ecossistemas marinhos, nomeadamente, a capacidade instalada, as infraestruturas necessárias e as melhores soluções no âmbito da cooperação marítima transatlântica.

    Esta iniciativa está inserida no âmbito do "TARA Microbiomes Flagship Mission", que irá atracar em Portugal nesse dia.

    O Vogal do Conselho Diretivo, Telmo Carvalho, representa o Instituto e modera a mesa redonda "All Atlantic vision, scientific challenges, way forward".

    A organização cabe aos projetos europeus: AtlantECO, MissionAtlantic e AANChOR.

    A participação é livre, pode ser presencial ou remota, e necessita de inscrição online obrigatória.

  2. Está a decorrer de 27 de Setembro a 9 de Outubro, a campanha internacional de investigação acústica “IBERAS0922” a bordo do Navio de Investigação espanhol “Angeles Alvariño”. A campanha decorre na Costa Ibérica, entre os extremos NW e SW da Peninsula Ibérica (respetivamente Finisterra em Espanha e Sagres em Portugal), apesar de este ano ser coberta uma área mais restrita, e resulta da cooperação entre Instituto Español de Oceanografia (IEO) e o IPMA.

    A IBERAS tem como objetivo a investigação de pequenos peixes pelágicos, mais concretamente estimar, por métodos acústicos, a força do recrutamento de sardinha e de biqueirão e investigar as potenciais causas naturais para as flutuações interanuais das unidades populacionais (“stocks”) destas espécies.

    As campanhas da série IBERAS/JUVESAR iniciaram-se no âmbito de projetos nacionais (por exemplo SARECOOP e SARDINHA2020) da Divisão de Modelação e Gestão dos Recursos da Pesca (DivRP) do IPMA e em 2022 a campanha foi integrada no Programa Nacional de Amostragem Biológica (PNAB), desenvolvido pela mesma divisão.

    A campanha IBERAS faz parte dos Planos de Trabalho Nacionais de Portugal e Espanha do Quadro de Recolha de Dados da União Europeia, no âmbito da Política Comum de Pescas.

  3. A 30 de setembro decorre a nova edição da Noite Europeia dos Investigadores (NEI) com várias iniciativas por todo o país, e onde o  IPMA tem novamente o gosto de participar.

    Esta iniciativa é realizada anualmente a nível europeu e tem como tema em 2022 “Ciência para todos – Inclusão e Sustentabilidade”.

    O IPMA irá participar com diversas atividades ligadas à área de Mar e Recursos Marinhos, tais como apresentações, puzzles, quizzes, diversos jogos tradicionais, experiências, observações à lupa e ao miscroscópio.

    Os temas a abordar incluem:

    • Mostrar o potencial de conceção de novos produtos alimentares a partir de recursos marinhos subvalorizados;
    • Aprender a identificar moluscos bivalves e saber como é feita a monitorização da sua salubridade;
    • Observar o plâncton e as toxinas que produz; construir várias camadas do oceano com recurso a líquidos de diferentes densidades;
    • Observar fósseis de organismos usados para reconstruir o clima do passado e procurar os segredos escondidos nos sedimentos dos oceanos;
    • A sustentabilidade da pesca; quais os principais peixes capturados em Portugal; observar a idade dos peixes (otólitos).

    As atividades previstas estão descritas detalhadamente no documento abaixo, e incluem:

    • "Degustação de alimentos funcionais preparados a partir de recursos marinhos com benefícios para a saúde";
    • "Do mar para o prato" - puzzles, quizzes e jogos de memória;
    • "Ao sabor da corrente" - observações ao microscópio, jogos de memória e outras atividades;
    • "Sabia que os oceanos guardam a história do clima da Terra?" - observação de fósseis, jogo da glória adaptado;
    • "O que faz a Divisão de Modelação e Gestão de Recursos da Pesca do IPMA?".

    A participação é livre a todos os interessados. Para saber mais informações consulte abaixo o programa da NEI 2022.

    Participe!

  4. A Expedição Eurofleets+ SINES, decorreu entre os dias 11 e 20 de setembro de 2022, a bordo do navio oceanográfico Sarmiento de Gamboa, tendo sido liderada pelo Centro de Ciências do Mar (CCMAR) e pelo IPMA, e juntado uma equipa internacional de investigadores de diferentes especialidades.

    O principal objetivo do projeto foi estudar os efeitos das mudanças climáticas no fenómeno oceanográfico designado por afloramento costeiro ou ‘upwelling’ ao largo da costa oeste da Península Ibérica. Este fenómeno oceanográfico é muito importante pois determina a quantidade de nutrientes existentes na coluna de água que servem de alimento a peixes como a sardinha, o carapau ou a anchova. Assim quando há mais nutrientes na coluna de água, há mais plâncton e há mais peixe a chegar às lotas.

    O estudo mais detalhado das amostras obtidas durante esta expedição científica permitirá identificar as alterações e os riscos – para o funcionamento do ecossistema marinho e da sua biodiversidade – decorrentes do potencial impacto das alterações climáticas nos locais onde ocorre afloramento costeiro e perceber se no futuro haverá mais ou menos peixe nas redes dos pescadores e nos pratos dos portugueses. Para além disso, as amostras de sedimentos, colhidas no fundo do mar, fornecerão informações importantes para o estudo das mudanças climáticas ocorridas no passado.

    Como refere o Investigador Principal da Expedição, Marcos Fontela, esta campanha permitiu «fazer investigação científica multidisciplinar de alto nível» e atingiu plenamente os seus objetivos. Os resultados preliminares obtidos são promissores e serão apresentados assim que termine o estudo detalhado das amostras.

    Ler a notícia completa no documento abaixo.

  5. O 3º Workshop "Operational Climate Prediction” (OCP-3), da Organização Meteorológica Mundial (OMM/WMO), decorreu na sede do IPMA, em Lisboa, nos dias 20 a 22 de setembro de 2022. As Equipas de Peritos (ET-CSISO e ET-OCPS) das Comissões Técnicas da OMM/WMO reuniram nos dias 19 e 23.

    O evento contou com a presença de quase uma centena de peritos e investigadores, provenientes dos Serviços Meteorológicos e Hidrológicos Nacionais (SMHN), dos Centros Globais de Previsão Operacional da OMM (WMO-GPCs), das universidades e centros de investigação de todo o mundo.

    Na sessão de abertura, presidida pelo Dr Ricardo Deus do IPMA, o Doutor Caio Coelho, Presidente do Comité Organizador, agradeceu a disponibilidade e amabilidade do IPMA para ser anfitrião de um evento trienal de grande importância para as comunidades científica, técnica e de utilizadores de previsão climática de todo o mundo. O Presidente do IPMA, Professor Doutor Miguel Miranda, saudou os organizadores e todos os participantes, e salientou a relevância crescente da previsão de longo prazo para os diversos setores económicos, incluindo em aspetos chave nos dias de hoje como a gestão da água ou as energias renováveis.

    Das sessões e grupos de trabalho resultaram várias recomendações, de que se destacam:

    • Melhorar a compreensão dos mecanismos e fontes de predictabilidade;
    • Assegurar que os Centros Regionais de Clima (RCCs) tem acesso à informação dos Centros de Previsão Global da OMM (GPCs);
    • Facilitar o acesso à informação entre as comunidades operacional e científica;
    • Procurar dar resposta às necessidades dos utilizadores, incluindo com produtos de previsão mais específicos e que também resolvam à ocorrência crescente de extremos climáticos;
    • Avaliar a eficácia do processo de previsão da escala global à escala regional e aos produtos de âmbito nacional.
    • Comunicar de forma mais clara as virtudes e limitações da previsão probabilística de longo prazo, abordando a incerteza inerente.
                                                                                                                                                    

    A sessão de encerramento contou com a presença do Doutor Rupa Kumar Kolli e do Doutor Arun Kumar, Presidentes das Equipas de Peritos da OMM/WMO ET-CSISO e ET-OCPS, respetivamente; com o Doutor William Merryfield, Presidente do Grupo de Trabalho em Previsão Sub-sazonal a Interdecadal (WGSIP) do World Climate Research Programme (WCRP), e com a Doutora Isabel Trigo  em representação do IPMA.

    Mais informações ficam disponíveis na página web do workshop OCP-3, incluindo as apresentações realizadas ao longo dos três dias.

  6. Foi publicado recentemente o Boletim Climatológico de agosto de 2022 da Região Autónoma (RA) dos Açores.

    Resumo
    No mês de agosto , a anomalia do campo médio da pressão atmosférica à superfície na região dos Açores apresentava valores negativos superiores a -1,2 hPa. A anomalia do campo da precipitação média diária apresentava valores positivos inferiores a 2 mm/dia, enquanto a anomalia do campo da temperatura média mensal do ar apresentava valores negativos superiores -0,8°C no grupo Oriental e positivos entre 0,8 e 1,6 °C nos Central e Ocidental.

    Os desvios da precipitação total observados nas estações do Corvo, Pico, Horta/Obs e Angra do Heroísmo/Obs ficaram acima dos quartos quintis das respetivas distribuições, significando que agosto foi um mês muito chuvoso nestas estações. Também os desvios da temperatura média do ar observados nas estações das Flores, Corvo, Horta/Obs e Graciosa foram superiores a um desvio padrão das respetivas distribuições, podendo-se dizer que agosto foi um mês quente nestas estações. Na estação do Corvo a temperatura mínima diária do ar foi sempre superior a 20°C; na Horta/Obs houve mais de 28 dias com temperatura mínima diária igual ou superior a 20°C.